Google anunciou oficialmente nesta terça-feira (14) o lançamento do serviço de pagamentos móveis Android Pay no Brasil.

A chegada do serviço ao país já era esperado desde maio deste ano, quando a empresa afirmou pela primeira vez, durante a conferência Google I/O, que o Brasil receberia o Android Pay.

De alguma forma, isso vai direto na missão do Google de facilitar a inclusão digital, o que passa pela inclusão por produtos financeiros“, comentou Fábio Coelho, presidente do Google Brasil. “A gente tem uma series de produtos financeiros que vão chegar ao país nos próximos anos, mas a jóia da coroa é o Android Pay“.

O sistema chega por aqui com parceiros como Banco do Brasil, Banco Neon, Brasil Pré-Pagos, Caixa Econômica Federal e Porto Seguro.

Maiores bancos do país, o Itaú e Bradesco ainda não suportarão o sistema – o Bradesco, no entanto, tem previsão de adotá-lo “em breve”.

A empresa também anunciou uma série de parcerias com varejistas para facilitar o uso da ferramenta no dia a dia. Entre os parceiros estão redes como Casa Pilão, Carrefour, Casa do Pão de Queijo, Droga Raia, Drogasil, Dzarm, Hering, Ipiranga, Kalunga, PUC,  Rei do Mate, Sony, Motorola e LG.

O Android Pay pode ser utilizado por usuários de smartphones Android com a tecnologia NFC embarcada. Para utilizá-lo, basta instalar o app da ferramenta e cadastrar o cartão que será utilizado para transações.

De acordo com a empresa, apenas o número virtual da conta do usuário no Android Pay é compartilhado com o varejista no momento da transação, não o número da conta do usuário. O aplicativo também inclui um sistema de bloqueio remoto em caso da perda de celular.

Iniciado em 2015 nos Estados Unidos, o Android Pay já está em 17 paises. De acordo com a consultoria de mercado JfK, cerca de 23% da base de smartphones do Brasil tem acesso à tecnologia atualmente.

COMPARTILHAR
Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here